FGTS Retroativo → O que fazer para garantir este benefício

O FGTS Retroativo é um valor adicional disponibilizado no fundo de garantia de quem trabalhou ou trabalha sob o regime da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um benefício onde é criado um patrimônio em nome do trabalhador.

A empresa contratante realiza depósitos mensais no valor de 8% do salário do funcionário. Esse valor vai se acumulando e poderá ser utilizado, por exemplo, caso o funcionário seja desligado da empresa sem justa causa ou caso queira financiar a casa própria.

O FGTS Retroativo, por sua vez, é o lucro que é gerado em cima da utilização do fundo pelo Governo Federal. Quer saber mais sobre o benefício? Continue lendo!

O que é o FGTS Retroativo?

O FGTS é um fundo criado por empresas em nome de seus funcionários. O fundo é composto por depósitos mensais de uma alíquota de 8% sob o salário do funcionário. Esse valor poderá ser retirado em diversas situações, sendo a principal a demissão sem justa causa.

No entanto, enquanto o dinheiro do fundo não é retirado, ele é utilizado pelo Governo Federal para financiar programas de desenvolvimento urbano.

Em troca desse “empréstimo”, o Governo paga juros relacionados ao lucro obtido nos investimentos realizados. Parte desse lucro é repassado para os trabalhadores, e outra parte vai para o FGTS, criando uma espécie de fundo reserva.

O Trabalhador que possui dinheiro no fundo poderá receber o FGTS Retroativo, que é calculado anualmente e depositado automaticamente na conta dos trabalhadores.

Dessa maneira, quanto mais tempo o seu dinheiro permanecer no fundo, mais ele renderá. O rendimento é de 3% ao ano, o que pode resultar em um bom montante após algum tempo. Contudo, é necessário ficar de olho no calendário para saber

Quem tem direito ao FGTS Retroativo?

Tem direito a receber o FGTS Retroativo todos os trabalhadores que possuem dinheiro em nas contas ativa e inativas do fundo de garantia. O dinheiro possui um rendimento anual correspondente a um percentual de 3%, além do lucro que pode ser obtido a partir das aplicações do Governo.

Qualquer pessoa que tenha dinheiro no fundo terá direito a receber o FGTS Retroativo, mesmo aqueles que já tenham retirado o dinheiro do fundo. Contudo, é necessário prestar atenção pois o depósito será realizado automaticamente.

Dessa forma, os trabalhadores deverão ficar de olho em suas contas para saber se valor foi acrescido em sua conta. Uma dica é baixar o aplicativo FGTS em seu telefone celular.

Através do APP será possível ativar as notificações para que, toda vez que uma movimentação for feita (como, por exemplo, novos depósitos forem realizados), o trabalhador receberá uma notificação em seu smartphone. Além disso, através do aplicativo é possível acessar o saldo, extrato completo e uma série de outros recursos.

Para receber o FGTS Retroativo, no entanto, será necessário seguir as mesmas regras do fundo de garantia: ou seja, trabalhadores desligados por justa causa só poderão sacar o fundo em condições especiais, por exemplo.

Calendário FGTS Retroativo

O calendário do FGTS é divulgado no próprio site da Caixa e nas agências da instituição financeira. O depósito do FGTS Retroativo será depositado automaticamente. No entanto, a partir das datas da tabela abaixo será possível obter uma noção do dia em que o dinheiro será depositado na conta dos trabalhadores:

Trabalhadores nascidos em: Saque disponível a partir de:
Janeiro Março / 2018
Fevereiro Março / 2018
Março Abril / 2018
Abril Abril / 2018
Maio Abril / 2018
Junho Maio / 2018
Julho Maio / 2018
Agosto Maio / 2018
Setembro Junho / 2018
Outubro Junho / 2018
Novembro Junho / 2018
Dezembro Junho / 2018

Consultar FGTS Retroativo

Consultar o FGTS Retroativo é muito simples e poderá ser realizado de três formas diferentes: pela internet, através do aplicativo e por meio de uma agência bancária. A seguir mostraremos como realizar a consulta do fundo de garantia das três formas:


  • Pelo aplicativo:
  • Vá até a loja de aplicativos de seu telefone celular e digite “FGTS”. Clique em instalar e espere.
  • Em seguida será necessário informar o número do NIS (PIS/PASEP) e a senha. Depois de preencher todos os campos, clique em Consultar.
  • Agora será possível consultar o FGTS Retroativo e outras informações relacionadas ao fundo de garantia.

fgts retroativo


  • Pelo site:
  • Entre no site www.caixa.gov.br/caixa-fgts e espere a página carregar.
  • Em seguida, informe o número do NIS e a senha nos campos indicados. Depois clique em OK para realizar a consulta do saldo. Pronto!

  • Pela agência
  • Vá até uma agência Caixa mais próxima de sua casa, com o seu cartão cidadão e RG em mãos.
  • Ao chegar no local, informe que deseja consultar o saldo do FGTS. Em poucos segundos será possível visualizar o valor disponível em todas as suas contas.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida, entre em contato com os canais de atendimento da Caixa Econômica Federal. Boa sorte!

Artigo escrito por: Léo Moore